Polícia Civil e Ministério Público realizam operação contra o tráfico de drogas

0

SESED/ASSECOM

Em uma coletiva de imprensa realizada no auditório da Escola de Governo foram detalhados os resultados da Operação Medellín, que foi uma investigação conduzida pela Polícia Civil e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO).

O objetivo da ação, deflagrada nesta terça-feira (06), foi prender integrantes de uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas, crime de lavagem, ocultação de bens, direitos e valores. Entre os detidos estão a advogada Ana Paula da Silva Nelson e o advogado Allan Cleyton Pereira de Almeida que faziam parte do grupo. Segundo a investigação, o grupo tinha um patrimônio estimado em R$ 20 milhões.

A Operação conseguiu cumprir 14 mandados de prisão preventiva – sendo que três envolvidos já se encontram presos –, 36 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de condução coercitiva. Participaram da Operação, 21 delegados de polícia, 110 policiais civis (entre agentes e escrivães) e quatro Promotores de Justiça.

A Operação também resultou no sequestro de bens, entre eles, 20 veículos de luxo e 17 imóveis de alto padrão que ficam em condomínios de luxo de Parnamirim. Durante a Operação foram apreendidos dinheiro, aparelhos celulares, relógios, máscaras, jóias, arma e munições, máquinas de contar cédulas, balança de precisão e diversos eletroeletrônicos. Ainda foram encontrados na Operação, a quantidade de 200 litros de gasolina, que possivelmente iriam ser utilizados para o cometimento de mais ataques no Estado.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta